Extrema correção e honestidade!

Conheço Ademir e sua família desde que vim morar em Itaipava. No início, foi uma relação meramente profissional. Já nem me lembro mais o serviço que tratei pela primeira vez. Pois desde esse dia em diante, não nessa ordem, foram muito os serviços prestados: o muro que dá para a rua. Tinha dado bicho no cedrinho. Na esteira do muro foi um portãozinho que ficou lindo;
foi a piscina que ameaçava rolar ladeira abaixo. Valeu a pena, pois ganhei uma bela piscina azulejada, segura e firme, onde as crianças brincam sem eu me preocupar; foi o deck. O espaço de que dispunha era subaproveitado em função do terreno em declive bastante acentuado, e hoje tenho um grande espaço aproveitado por todos, inclusive o meu cachorro, o Lucas; foi a churrasqueira que era um espaço que eu não utilizava e que se transformou em um ateliê, onde trabalho olhando para uma bela paisagem que só Itaipava tem. Tem muito mais, porém preferi selecionar as obras mais importantes. No entanto, o que gostaria de salientar é a extrema correção e honestidade de todos eles. São alegres sem perder o respeito, têm extremo bom gosto e sempre apresentam idéias práticas e bonitas. São econômicos. Aproveitam tudo e as sobras são praticamente zero. O mais impressionante é o fim de um dia de trabalho, tudo limpo e arrumado em seus lugares. Hoje, eu os considero meus amigos, principalmente Ademir. Ligo pedindo socorro e lá vem ele. São coisas pequenas mas que para mim são enormes. Ar na caixa d’`agua, uma torneira que se quebrou, uma luz que não funciona, enfim, aquelas coisas que sempre acontecem numa casa. É muito bom ser amiga deles.

Mônica – Empresária – Itaipava – Petropolis – Setembro 2009

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *